BrasilPolíciaPolítica

Polícia Federal prende Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação

Ribeiro é acusado de gerenciar esquema de corrução durante sua gestão à frente do MEC

A Polícia Federal prendeu preventivamente na manhã desta quarta-feira, 22, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, durante incursão da operação “Acesso Pago”, que investiga o esquema de corrupção envolvendo pastores evangélicos durante sua gestão à frente do MEC.

Ribeiro foi preso em sua casa na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, e deve ser transferido para Brasília ainda nesta quarta, onde passará por audiência de custódia.

A prisão do ex-ministro foi determinada pelo juiz federal Renato Borelli e lista os crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

Além do mandado contra o ministro, outros 13 mandados de busca e apreensão e outros quatro mandados de prisão, incluindo contra pastores envolvidos no esquema de tráfico de influência para a liberação de recursos públicos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), estão sendo cumpridos. 

“A investigação iniciou-se com a autorização do STF em razão do foro privilegiado de um dos investigados”, informou a PF em nota.

A Tarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo