Colunas

Tudo o que você precisa saber sobre o processo depilação à laser

A depilação à laser é um método que promove o enfraquecimento da raiz dos pelos, ocasionando assim, a diminuição deles. Redução de foliculite, clareamento da pele e melhora na qualidade de vida são alguns dos benefícios desse processo que não para de ganhar mais adeptos e, é claro, inovações de como é feito. 

Atualmente, existem diversos equipamentos disponíveis no mercado para esse processo, alguns possuem somente um tipo de laser, outros apresentam até três, e há também aqueles que não podem ser aplicados em pele negra ou bronzeada. “Quando a pessoa procura um tratamento indolor, seguro, rápido e efetivo, o ideal é sempre optar por máquinas que apresentam mais de um laser”, explica a esteticista Thamiris Souza, da Beauty House.

Além do equipamento, que pode definir certas contraindicações para a depilação, gestantes e pessoas que apresentam alguma lesão na área a ser tratada devem evitar o procedimento. Também é de extrema importância um profissional qualificado para não causar queimaduras e manchas.

Além da eficácia, que pode mudar conforme o equipamento, a durabilidade e a sensação de dor podem variar de pessoa para pessoa. “Quando se termina o tratamento é recomendado realizar uma manutenção anual de duas ou três sessões. De qualquer forma, a pessoa não voltará a ter pelos como antes”, explica Thamiris.

Para a esteticista, uma pergunta recorrente em seu trabalho é: “Os pelos não crescem mais?”. Ela explica que o método eliminamos o folículo, mas não impede nosso organismo de produzir um novo. “Em uma situação normal, depois de um certo tempo sem fazer o tratamento, alguns poucos pelos aparecem, mas nada como antes. É nesse momento que a cliente vem até nós para fazer sessão de retoque. Há também alguns casos por algum descontrole hormonal, que eles podem voltar com mais rapidez.”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo