BahiaCidadesDestaqueEducaçãoSalvador e RMS

SEC promove formação continuada com foco na etapa final do Ensino Fundamental

No fluxo da melhoria constante da qualidade do ensino oferecido pelas escolas públicas baianas, a Secretaria da Educação do Estado (SEC), através do Instituto Anísio Teixeira (IAT), deu início nesta terça (14) e prossegue na quarta-feira (15), no Hotel Fiesta, em Salvador, uma formação continuada para as equipes técnicas das secretarias municipais de Educação e dos Núcleos Territoriais de Educação (NTEs). A iniciativa, realizada em colaboração com os municípios e em parceria com a União de Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), tem o objetivo de fortalecer o atendimento aos estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), que representa a maior concentração de alunos, conforme o Censo Escolar 2023.

A formação continuada visa melhorar a compreensão das ofertas educativas, abordando questões como permanência e evasão escolar, além de aprimorar a gestão da aprendizagem. Isso envolve capacitar os técnicos das secretarias na análise e no acompanhamento das avaliações educacionais, fortalecendo, assim, as políticas educacionais do Estado da Bahia. “A colaboração estratégica entre Estado e municípios é crucial para garantir o direito à educação e ao aprendizado de todos os estudantes. Precisamos repensar nosso modelo de escola e garantir a permanência de nossos estudantes, com qualidade de educação do que este jovem está aprendendo e o que ele está construindo com o seu processo formativo na escola”, pontuou a secretária da Educação da Bahia, Rowenna Brito.

A iniciativa também é vista como estratégica pela coordenadora geral do Ensino Fundamental do MEC, Tereza Farias, que elogia a Bahia por ser pioneira nessa abordagem colaborativa. “O MEC, daqui a um mês, vai lançar o Programa Escola das Adolescências e a Bahia já se adianta e dá os primeiros passos para criar uma política de formação em regime de colaboração. Quando lançarmos, no próximo mês, a política para a adesão de todos os entes federados, esperamos que a Bahia seja o primeiro Estado a aderir”, ressaltou a professora, que no primeiro dia do evento proferiu a palestra “Adolescentes e suas aprendizagens”.

O diretor do IAT, Iuri Rubim, destacou que “a formação permitirá um melhor entendimento dos estudantes, possibilitando práticas pedagógicas mais eficazes, assim como as aprendizagens ocorram mais facilmente e de uma forma mais consolidada”. A declaração é ratificada pelo vice-presidente da UNDIME, Adoniram de Oliveira Leite, que acrescenta a importância da parceria.

Metodologia – A iniciativa inclui três edições de formação, cada uma com 104 horas de duração, em formato híbrido, abrangendo 888 técnicos por edição até o final de 2024. Na programação do primeiro dia de formação, o público foi agraciado com a apresentação cultural do coral formado pelos estudantes do Colégio Estadual Deputado Naomar Alcântara, do bairro de Cajazeiras V. Para a quarta-feira (15), estão programadas atividades em sala, organizadas em quatro estações de trabalho, onde serão debatidos aspectos da recomposição e do acompanhamento das aprendizagens.

google newa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo