ColunasSaúde

Lordose é curva natural da região lombar e saiba quando pode ser um problema

Cuidar da saúde é importante em diversos sentidos, seja para alcançar uma melhor performance no caso de um atleta ou até mesmo para ter uma melhor qualidade de vida, sendo importante ter atenção a problemas diversos, como uma lordose em sua coluna.

Enfermidade essa que pode trazer não só prejuízos à sua saúde, mas também à sua estética, sendo o segundo ponto uma das razões pelas quais as pessoas que sofrem de tal condição irem em busca de encontrar algum tipo de tratamento que possa lidar com isso.

E o mesmo pode ser dito sobre as mais diversas consequências e modificações em relação ao corpo, existindo uma série de sintomas capazes de serem evitados a partir da adoção de práticas específicas em relação aos cuidados do seu corpo, incluindo sua alimentação.

No entanto não é somente o tipo de comida que você consome que será capaz de garantir um melhor estado de saúde, já que existem outras atividades que podem causar algum tipo de impacto na saúde de alguém, seja ponto de influência positiva ou negativa.

É como a necessidade de uma avaliação de ruído para conforto acústico dentro de um ambiente, principalmente caso ele esteja próximo de locais de muito barulho, como uma casa ao lado de um grande centro comercial.

Observar o nível de poluição sonora, assim como adotar algum tipo de ação contra níveis indesejados, como a instalação de telas acústicas, pode fazer com que o som externo não entre na sua casa, impedindo qualquer tipo de incômodo de forma recorrente.

E mais do que incômodo, o nível inadequado de sonoridade em um espaço pode prejudicar a qualidade dos seus canais auditivos, levando assim a dores de cabeças, um zumbido sem fim e em casos mais graves até mesmo a possível surdez do indivíduo.

Questões essas que podem ter origem com uma série de tópicos associados à forma com que alguém cuida da sua saúde, pontos a serem tratados de forma adequada por quem procura por algum tipo de atestado de saúde ocupacional onde tirar.

É preciso estar bem de saúde para ser possível se destacar no seu trabalho, principalmente quem atua com algum ramo que envolva a atividade física, ofícios que podem levar a certo desgaste do corpo, afetando assim partes específicas, como a sua coluna.

Mas nem todos esses problemas têm origem no tipo de atividade executada por um profissional.

A complexidade da saúde da coluna

O corpo humano se divide em uma série de sistemas, cada um contando com um número de órgãos responsáveis por exercer inúmeras atividades em relação ao funcionamento corporal por completo de alguém.

Dentro dessa complexidade é importante destacar o papel da coluna, um conjunto de vértebras para proteger a medula espinhal, responsável pelo contato com o cérebro, repassando uma série de estímulos para diferentes partes do corpo.

Junto a isso, esse conjunto tem uma função primordial na mobilidade e sustentação do organismo, permitindo assim com que uma pessoa possa correr, caminhar, praticar algum tipo de esporte ou até mesmo atividades práticas, como pegar algo que caiu no chão.

Não à toa sendo uma região a ser protegida dentro de algumas atividades braçais, como o setor de construção, recorrendo a um distribuidor de equipamentos de proteção individual para ter acesso a coletes que possam proteger seus profissionais de acidentes.

E cuidar da coluna se mostra algo de certa importância para quem busca uma vida saudável, justamente por causa da conexão desse sistema ósseo com diferentes partes do corpo. Diversas são as doenças capazes de afetar a saúde da coluna, entre elas:

  • Escoliose;
  • Lordose;
  • Cifose;
  • Hérnia de disco.

Enfermidades essas que podem ter origens distintas, sendo possível de serem causadas por algum tipo de acidente, mas também por doenças ligadas à saúde do ser humano, como a sua predisposição a certas enfermidades por alguma consequência hereditária.

Questões que podem chegar a um estado grave, sendo necessário passar até mesmo por cirurgias, auxiliada pelo uso de descartaveis cirúrgicos para lidar dessa forma com certos problemas na coluna, incluindo aqueles que se apresentem na região lombar.

Área que sofre um risco específico em relação ao surgimento de uma lordose, uma característica que não necessariamente pode se tratar de uma doença de fato, mas somente de uma característica de certos corpos.

As características de uma lordose

A lordose se trata de uma curva natural na região lombar, com ela podendo ser causada por uma série de questões, e nem sempre tratando-se alguma enfermidade, com tal modificação podendo ser causada por um aumento de peso ou até uma gravidez.

De forma a adaptar o seu corpo para a formação de um bebê ou para que o corpo consiga sustentar-se em um estado maior de peso.

A lordose pode se apresentar de fato como algo preocupante caso essa curvatura esteja superior a um nível de 40 ou 60 graus, seguindo o que foi estabelecido pelos especialistas na saúde da coluna, existindo razões diversas para tal índice alarmante, como:

Acidentes

Certas eventualidades, como um acidente de carro, pode causar ou piorar um caso de lordose, por causa do impacto causado durante tal incidente, sendo algo capaz de deixar certas sequelas, mesmo com o fim do processo de recuperação.

Problemas que são comuns de acontecer também no setor profissional, principalmente aqueles que lidam com máquinas ou matérias pesadas, sendo importante que uma construtora e empresas de escadas pré moldadas adotem certas práticas de segurança.

Problemas pós-cirurgia

Conforme citado no tópico anterior, além de um acidente em si, um certo tratamento também pode ocasionar em problemas que prejudiquem a lordose de alguém, questão que costuma ser vista com atenção pelos próprios médicos, de forma a acompanhar tal sequela.

Para assim descobrir se será necessário recorrer a outra cirurgia, agora para lidar com esse problema na coluna, caso ele se apresente em níveis graves.

Pontos a serem analisados até mesmo por um plano de saúde, levando em conta todo tipo de gasto necessário para tais cirurgias, como o contrato com um distribuidor de seringas descartáveis, por exemplo.

Envelhecimento

Entre as causas mais comuns dos problemas da coluna, tal como a lordose, está o próprio processo natural de envelhecimento. Isso porque os ossos presentes nessa região precisam de um fornecimento constante de nutrientes, como o cálcio.

No entanto, com o passar do tempo é natural que essa produção sofra uma diminuição, prejudicando assim a sua saúde como um todo, incluindo a sua coluna, causando uma maior curvatura dessa região, criando ou intensificando uma lordose.

Mas além das suas causas, existem outros pontos que devem ser vistos com atenção em relação à presença desse tipo de característica ou doença na vida de um indivíduo.

O que diferencia a lordose de outros danos?

A especificação de um problema de coluna se dá principalmente pelo tipo de curvatura apresentando no lugar da postura reta que naturalmente se espera de alguém.

No caso da lordose, tal curva costuma se apresentar por meio de uma projeção para trás ou para dentro da região lombar da coluna, algo capaz de ser percebido até mesmo de forma visual.

Como identificar se sofro de lordose?

Da mesma forma que um hospital deve estabelecer uma plano de gerenciamento de resíduos de saúde para manter tal estabelecimento funcionando adequadamente, cabe a alguém observar com frequência os seus índices de saúde.

O que engloba também o estado da sua saúde, como a presença de uma possível lordose em sua coluna, algo que normalmente se percebe de forma visual, mas pode apresentar outros sintomas, como dores na região lombar, formigamento e dificuldade de caminhar.

Para fazer tal identificação é preciso recorrer a um médico profissional, que através de uma radiografia ou ressonância magnética pode esclarecer a presença ou não desse problema, e se de fato é preciso recorrer a certos tratamentos.

Como tratar de tal problema?

Normalmente a solução mais recomendada pelos médicos é o início de uma fisioterapia. Um tratamento específico que pode aliviar certas dores causadas por uma lordose, além de servir para diminuir o avanço de tal curvatura da coluna.

Junto a isso, a prática de atividades físicas pode servir também como uma espécie de prevenção, mas para alguns casos específicos se mostra necessário recorrer a certos remédios.

Sejam aqueles disponíveis na farmácia ou produzidos de forma customizada por um laboratório, que é feito sob medida para cada pessoa, diferente de um equipamento como o bico de bunsen elétrico preço, que é padronizado.

Todas as opções têm que ser discutidas com o seu médico de forma a recorrer ao tratamento adequado da sua lordose, que nem sempre pode se tornar um problema maior, caso exista um acompanhamento adequado em cima dessa questão.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo