Entretenimento

Diálogos de Ater debate sobre as expectativas do Turismo Rural

Expectativas regionais para o pós-pandemia foi o tema debatido na edição do Diálogos de Ater desta quinta-feira (26). O evento, transmitido pelo Canal SDRBahia no Youtube, contou com a participação de Júlio Cézar Gonçalves de Oliveira, da Secretaria de Turismo de Itacaré, e do secretário de Meio Ambiente e Turismo de Andaraí e coordenador da Câmara Técnica de Turismo da Zona Turística da Chapada Diamantina, Emílio Tapioca.

O objetivo dessa série de encontros voltados para Espaços Rurais e Diversidades é contribuir com as discussões relativas às diversidades, tão presentes na sociedade contemporânea, em seus múltiplos aspectos de materialização, sem perder o foco do universo rural e seus protagonistas, agricultoras e agricultores familiares.

O secretário de Turismo de Itacaré, Júlio Cézar Gonçalves, que possui especialização em Gestão Pública do Turismo e Eventos, destacou que este é o momento de pensar na nova tendência do turismo no pós-pandemia: “Este ano de 2020, a Organização Mundial de Turismo nomeou como o Ano do Turismo Rural e as perspectivas são bastante positivas para o desenvolvimento desse segmento na Bahia e no Brasil. Fomentar esse debate é muito importante para que a gente possa despertar no produtor rural mais uma alternativa de renda e quem sabe se tornar a renda principal da família, com um turismo de experiência, de base comunitária, em que o produtor rural é o protagonista”.

Durante o encontro, mediado pela técnica da Bahiater, Maria das Graças Pires, os participantes discutiram estratégias, incluindo protocolos de biossegurança, para o período pós-pandemia, que atendam às regiões da Chapada Diamantina, Baixo Sul e Sul da Bahia, apropriadas ao turismo rural e, em especial, ao turismo de base comunitária, envolvendo as comunidades tradicionais e quilombolas.

Para Ana Cristina Souza, coordenadora Técnica DIS/Bahiater, é importante debater a questão do turismo, porque foi o primeiro setor a fechar e o último a retomar as atividades, neste período de pandemia: “A importância de trazer esse tema para o encontro se dá na perspectiva desse setor estar nas pautas das políticas públicas, uma vez que contribui muito para a redução do êxodo rural, com inclusão social, preservação do meio ambiente e valorização da identidade cultural e dos saberes, sabores e fazeres, com geração de trabalho e renda das populações que vivem dessas atividades”.

O Diálogos de Ater
A série de encontros é voltada para agentes de assistência técnica e extensão rural (Ater), agricultores(as) familiares, organizações e movimentos sociais, terceiro setor, setores públicos municipais e estaduais, estudantes e demais interessados.

Os encontros são transmitidos via Canal SDRBahia, no YouTube, às quintas-feiras, 16 horas. Trazem, a cada mês, um tema da agricultura familiar e o desenvolvimento rural, com a participação semanal de especialistas que dialogam, esclarecem, tiram dúvidas e interagem com o público sobre as culturas selecionadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: