Baixo-SulCidades

Semana do MEI Ciclo de palestras do Encontrão do MEI encerra em Valença

Valença – Uma semana inteira voltada à orientação e capacitação gratuita dos microempreendedores individuais (MEI). Desde a última segunda-feira (20) até esta sexta (24), foram oferecidas gratuitamente, uma série de atividades que incluiu palestras, oficinas, capacitações, orientações, consultorias e esclarecimentos sobre a formalização para os interessados em aprimorar a gestão do negócio e aumentar a qualidade, a produtividade e a competitividade da empresa.

Com abertura em Cruz da Almas, o Sebrae organizou três grandes encontrões para microempreendedores individuais na região. A palestra do empresário George Daniel “Empreender é melhor do que comer cuscuz”, mais uma vez lotou o auditório, desta vez na CDL do município de Valença, na noite de quinta-feira, 23. 

Daniel, que também se apresentou em Santo Antônio de Jesus, iniciou sua palestra animando o público. O criador da página Signos Nordestino revelou que sua maior inspiração como empreendedor é seu pai. “Meu pai comprou R$ 30 de chaves de fendas e começou a consertar bicicletas. Hoje tem a maior loja de bicicletas da cidade de Parelhas (RN),” contou o palestrante. 

Ele contou que, através da sua pagina “Signos Nordestinos”, foi convidado por uma indústria de flocos de milho usado como principal ingrediente para fazer cuscuz, para lançar uma campanha do Dia Mundial do Cuscuz, o que lhe trouxe bastante visibilidade. 

O empresário falou que poderia ter feito uma página com os signos tradicionais, mas optou por fazer os signos Nordestinos, pois, era algo novo. “Inovar por inovar não faz um empreendimento de sucesso. A ideia também precisa trazer retorno financeiro, além de ter coragem para fazer o que ainda ninguém fez”, frisou.

O encontrão do MEI teve como objetivo contribuir para o fortalecimento da economia local, levando aos potenciais futuros empreendedores informações que possam auxiliá-los no planejamento de pequenos empreendimentos capazes de gerar postos de trabalho e renda própria.

“Tudo na vida é troca de figurinhas e novas experiências. Acredito na soma quando você traz informações inovadas para que o MEI possa usar no seu empreendimento e na sua vida. Não adianta mudar o negócio, sem mudar o comportamento,” disse Ângelo Fahning, gestor da agência do Sebrae em Valença. 

A empreendedora Eliomara de Jesus, microempreendedora individual na área de vendas de calçados, aproveitou a Semana do MEI para se formalizar. Ela contou que recebeu todas as orientações necessárias na Sala do Empreendedor, que lhe deu todo o suporte que precisava. “Se formalizar e ter orientações gratuitas é muito bom, contribui bastante para entrar com pé direito no meu negócio”, destacou a vendedora.

Além do Encontrão do MEI, os empreendedores de Valença puderam participar de outras oficinas com contadores e agentes de créditos. “Através das oficinas, os participantes puderam ter uma visão melhor do MEI,” frisou Ângelo Fahning.

A Semana do MEI 2019 acontece até esta sexta-feira, 24 de maio, em Salvador e mais 98 municípios da Bahia. A novidade deste ano foi a forte de conteúdos a distância, além das capacitações presenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar