ColunasSaúde

Saiba quando a dor de cabeça pode ser sinal de problema odontológico

Especialista da Anhanguera explica consequências da mastigação incorreta

Ocasionada por estresse, sono irregular, alimentação inadequada, infecções e diversos outros fatores, a dor de cabeça é frequente na vida de muitas pessoas. Entretanto, apesar de menos associado, o incômodo também pode ser originado por problemas odontológicos. Estalos no ouvido ao abrir e fechar a boca e dores frequentes na articulação da mandíbula, além da cefaleia, podem ser indícios do Distúrbio da Articulação Temporomandibular (DTM) ou mordida errada. Este mecanismo funciona como uma comunicação entre a mandíbula e o crânio, responsável pelos movimentos da boca e da face; quando há desequilíbrio neste sistema ocorre a DTM.


“A mordida considerada normal é aquela em que os dentes, músculos e articulações faciais se movimentam em simetria, sem que um afete o funcionamento do outro. Esta harmonia ocorre sem alterar a fala, respiração, mastigação e deglutição”, explica a dentista e coordenadora do curso de Odontologia da Anhanguera, Thamyris Domingos. Esta má oclusão é uma decorrência do mau desenvolvimento dessas estruturas.


Thamyris explica que diversos fatores costumam ocasionar esta condição. “As causas variam bastante e precisam ser investigadas em consultório, mas geralmente observamos as questões hereditárias, bruxismo (o hábito de ranger os dentes, geralmente à noite), estresse e ansiedade, próteses e restaurações inadequadas, mau alinhamento dos dentes, respiração pela boca e o hábito de usar chupeta”, afirma a docente.


Quando a pessoa desconfia sofrer de DTM ou apresenta alguns dos sintomas típicos do problema, o dentista é o profissional mais indicado para fazer a primeira avaliação e encaminhar para o tratamento adequado que pode ser realizado de diferentes maneiras. “Há diversas abordagens, como odontológica, fisioterápica e também psicológica, quando há envolvimento de questões emocionais que levam ao vício de pressionar os dentes, por exemplo”, orienta Thamyris.


A coordenadora da Anhanguera recomenda que o processo seja multidisciplinar. “O cirurgião dentista deve comandar o tratamento, mas sempre que necessário outros profissionais devem participar. Há, inclusive, alterações hormonais que podem influenciar no tratamento. Dependendo das reclamações específicas do paciente, o processo pode incluir psicólogo, fonoaudiólogos, endocrinologistas e até mesmo neurologistas” conclui.


ANHANGUERA

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância.

Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Acesse o site e o blog para mais informações.

Sobre a Kroton 

A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 1 milhão de estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.672 municípios, a instituição conta com 124 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 2.517 unidades, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse Kroton.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo