ColunasSaúde

Quais opções para largar o cigarro, um vício sustentado por diversas pessoas

O cigarro é um vício sustentado por diversas pessoas, no mundo inteiro. É um hábito que infelizmente acaba trazendo prejuízos à saúde e acarretando uma série de doenças e problemas diversos e ainda criando uma dependência do usuário.

Existem diversos métodos que podem ser indicados para o paciente largar o cigarro, com medidas alternativas que são fornecidas para suprir tanto a questão química da composição do cigarro, quanto o próprio hábito de fumar.

A seguir citaremos algumas medidas tomadas para que o fumante comece aos poucos ir abdicando do vício. De começo não é recomendado largar de uma vez o cigarro, pois o corpo que já está acostumada com aquele habito, então provavelmente irá sofrer largando totalmente algo que era tão acostumado, o que pode gerar uma abstinência profunda, a pessoa dependente pode passar por alguns sintomas, como, dores de cabeça, dificuldade de se concentrar, irritabilidade, entre outros.

Apresentaremos a seguir alternativas para substituir o vício de maneira menos nociva, são produtos que causam menos risco a saúde dos tabagistas:

  1. Cigarro eletrônico

Um dos métodos mais populares hoje é o cigarro eletrônico, mais conhecido como “vapes”. Por que este está dentrodas opções para largar o cigarro?Bom o mecanismo é muito semelhante de um cigarro tradicional, porém em vez de usar fogo (isqueiro), ele é acoplado a uma pequena bateria, então ao utilizar, a pessoa inala um vapor e não uma fumaça, o que acaba não queimando e nem deixando partículas de tabaco na garganta. Para os vapes é possível encontrar variadas versões do cigarro, desde mais finos a um pouco maiores e de essênciascom ou sem nicotina,para mais informações dos produtosveja no site Vapeinbright.Logicamente o ideal para pessoa que está tentando parar com o vício deve utilizar sem nicotina, pois bem, isso depende conforme o nível de tabagismo que a pessoa se encontra. Para esse cigarro hámilhares de essênciasde diferentes sabores, o que também ajuda a não ter mau hálito, esse cigarro é visto comoquase que uma substituição, mas de fácil acesso e manuseio de um narguilé.

  • Chicletes de nicotina

As gomas de mascar que são quimicamente construídas com nicotina em sua composição podem ser ótimas opções para largar o cigarro em si e realizar pequenas substituições ainda mantendo a substância para que não haja pausas abruptas.

Os chicletes são utilizados quando houver um sintoma de abstinência do paciente no processo de deixar o cigarro, utilizando-o quando a vontade for grande, permitindo que a substância seja liberada de maneira gradativa, podendo permanecer em seu paladar por aproximadamente 20 minutos.

Com o uso dos chicletes de nicotina, é permitindo que a substância química seja menos prejudicial por não ser inalada juntamente com a fumaça produzida pelo cigarro, fornecendo uma menor dose ao corpo do vício, tornando-o mais eficaz como método de substituição.

  • Pastilhas de nicotina

Agindo de maneira bastante semelhante com os chicletes, as pastilhas de nicotina também permitem a liberação da substância química de maneira gradativa, devendo ser depositadas na parte debaixo da língua e permanecendo até dissolvê-la por completo.

Deve-se seguir a quantidade máxima ingerida diária de acordo com a bula de cada uma dessas pastilhas para que não haja a sobrecarga de nicotina, gerando efeito adverso.

  • Adesivos de nicotina

Os adesivos de nicotina são bastante populares dentre as pessoas que estão buscando auxílio para parar de fumar. Esses podem ser facilmente encontrados e fornecem um método bastante prático de uso, necessitando colocá-lo ao corpo e trocá-lo depois de 24 horas, substituindo-o por um novo.

O produto tem como objetivo disponibilizar ao organismo pequenas doses de nicotina de maneira gradativa durante o dia, permitindo que a substituição seja mais benéfica por não inalar fumaça e fornecer a substância em menores quantidades que o tradicional. Essas foram algumas opções para os tabagistas que estão tentando largar do vício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar