Colunas

Descubra se você está preparada para atender a geração ageless

É pouco provável que você ainda não tenha ouvido o termo ageless, que em inglês significa “sem idade”. Ele é usado para definir mulheres acima de 40 anos que acreditam que não podem ser definidas pela idade. Mais confiantes do que eram na faixa dos 30 e com um estilo de vida e atitude muito mais saudáveis do que as gerações passadas, elas acreditam estar no auge da vida e que envelhecer hoje em dia é muito diferente do que há 15, 20 anos. 

Medo de mudança não faz parte da rotina dessas mulheres, que valorizam mais o propósito do que a estabilidade de qualquer vínculo. Tanto que se recusam a ficar presas a empregos ou relacionamentos em que não se sentem felizes. 

Quem nutre esse estilo de vida ageless é chamada de perennial, perene em português. A expressão foi criada pela empresária norte-americana Gina Pell para se referir à pessoa que possui um estilo de viver que harmoniza hábitos e gostos de diversas idades. Um movimento que não se baseia em noção de tempo, mas em identidade social. Diante de tudo isso, fica mais fácil entender porque quem puxa essa fila são as maiores de 40.

Afinal, quando chegam nessa fase, tendem a atingir um grau de maturidade em que a aprovação dos outros deixa de ser imprescindível. Como consequência, ficam mais leves, mais donas de si e bancam suas escolhas, mesmo que isso vá na contramão da maioria.

A beleza de ser quem se é

“Essa atitude de autoconfiança e autoconhecimento que dá o tom do comportamento das perennials eu também vejo na forma como elas buscam pelo tratamento estético, no entendimento que querem ter dele e no resultado que desejam conquistar. Claro que elas se preocupam com rugas, por exemplo, mas não querem combatê-las, pura e simplesmente para parecerem mais jovens agora. O interesse vai além e envolve a busca por cuidar da saúde e beleza da pele para que ela fique mais hidratada, macia, iluminada, trazendo equilíbrio e bem-estar no momento presente e também no futuro. Ou seja, não é só a estética pela estética; trata-se da beleza interior que reflete no exterior”, destaca a esteticista Roseli Siqueira, que reforça a importância do profissional de estética atender a perennial com autenticidade. “Essa mulher é bem-informada e espera que a gente tenha legitimidade e propriedade de conhecimento sobre as técnicas oferecidas a ela”, completa.

Concorda com ela a dermatologista Carolina Ferolla, que acrescenta: “Um dos desafios das perennials é lidar com a imagem do próprio envelhecimento no espelho, já que muitas vezes as mudanças no rosto não combinam com seu estado de espírito e sua cabeça. Daí a tendência de buscarem tratamentos minimamente invasivos, que oferecem resultados mais equilibrados, harmônicos e naturais e que atuem também na prevenção e, principalmente, no adiamento máximo da cirurgia plástica”. Excelente plano, não acha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: