DestaquePolítica

Ministro do STF decide por divulgar vídeo de reunião ministerial

Na tarde desta sexta-feira (22), o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, levantar o sigilo da reunião ministerial.

Após assistir o vídeo de 22 de abril, realizada no Palácio do Planalto, o Ministro do STF, delibera ratificando que as únicas partes suprimidas dizem respeito a declarações sobre países estrangeiros, especificamente a China e o Paraguai.

A decisão foi tomada no Inquérito (INQ) 4831, em que se apuram declarações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro acerca de suposta tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal. Com a decisão, qualquer cidadão poderá ter acesso ao conteúdo do encontro de ministros com o presidente Jair Bolsonaro.

O decano autorizou, ainda, o acesso à íntegra da degravação do vídeo. A única restrição imposta foi a trechos específicos em que há referência a dois países com os quais o Brasil mantém relação diplomática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar