BrasilColunas

Maiores detalhes obre a mastectomia e reconstrução mamária

O mês de outubro é marcado pela conscientização ao câncer de mama. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), este tipo de câncer tem sido preocupação recorrente da maioria das mulheres. Todavia, quando diagnosticado e tratado ainda em fase inicial, as chances de cura beiram 95%.

Com vasta experiência no Brasil e no exterior, o cirurgião plástico Dr. Rodrigo Honorato (@dr.rodrigo_honorato), residente de cirurgia plástica no Instituto Nacional do Câncer (RJ), onde aprimorou sua experiência em reconstrução de mamas, explica que é possível realizar a mastectomia e a reconstrução mamária ao mesmo tempo. Este procedimento é denominado reconstrução imediata.

A reconstrução imediata oferece o benefício de eliminar pelo menos uma cirurgia. Isso pode permitir que o paciente volte à vida normal mais rápido, além de ter o benefício psicológico de acordar da mastectomia com a nova mama ou seios mais intactos.

A decisão de fazer as duas cirurgias ao mesmo tempo é influenciada por muitos fatores. A paciente precisará envolver seu cirurgião de câncer de mama, equipe de tratamento oncológico e cirurgião plástico para decidir se esta é uma opção apropriada e indicada.

O que acontece durante a reconstrução imediata?
De acordo com Dr. Rodrigo, a paciente fica sob anestesia geral durante a mastectomia e reconstrução imediata. “O cirurgião da mama geralmente fará uma incisão oval sobre a área do mamilo. Em algumas pessoas com certos tipos de câncer de mama em estágio inicial, o mamilo pode ser preservado. Isso é feito por meio de incisões na parte inferior da mama ou perto do mamilo”, explica o médico.

A partir da incisão, o cirurgião removerá todo o tecido mamário desta mama. Ele também pode remover alguns ou todos os gânglios linfáticos debaixo do braço, dependendo do estágio do câncer e do plano cirúrgico.
O cirurgião plástico irá então reconstruir a mama ou mamas. Em geral, uma mama pode ser reconstruída com um implante ou com seu próprio tecido de outra parte do corpo.

Reconstrução protética (reconstrução mamária com implantes)
Os implantes são frequentemente usados ​​em cirurgias reconstrutivas após uma mastectomia. Existem diferentes tipos, preenchidos com solução salina ou silicone.

A reconstrução imediata com implantes pode ser realizada de várias maneiras. A técnica pode depender de:
Preferência e experiência do cirurgião plástico;Condição do tecido;Tipo de câncer de mama.

Imediatamente após a cirurgia
A duração dessas cirurgias (por mama) pode levar de 2 a 3 horas para uma mastectomia e reconstrução com implante imediato ou 6 a 12 horas para mastectomia e reconstrução com seu próprio tecido.
Depois que a reconstrução for concluída, o cirurgião irá colocar tubos de drenagem temporários na mama. Isso é para garantir que qualquer excesso de fluido tenha um lugar para ir durante a cicatrização. O peito será envolvido por uma bandagem.

Efeitos colaterais
Os efeitos colaterais da reconstrução imediata são semelhantes aos de qualquer procedimento de mastectomia. Eles podem incluir:
dor ou pressãodormênciatecido cicatricialinfecção
Como os nervos são cortados durante a cirurgia, é possível que a paciente possa sentir dormência ao longo do local da incisão. “O tecido cicatricial pode se acumular ao redor do local da incisão. Isso pode causar pressão ou dor. A infecção e o retardo na cicatrização de feridas ocorrem em algum momento após uma mastectomia. A paciente e seu médico devem estar atentos a sinais de ambos”, diz Dr. Rodrigo Honorato.

Se o mamilo for removido durante a mastectomia, sua reconstrução geralmente é realizada como um procedimento menor, vários meses após a reconstrução da mama ser concluída.

O que você pode esperar durante a recuperação?
De acordo com o cirurgião plástico, é bom ter um planejamento para ficar no hospital por vários dias, dependendo do tipo de reconstrução. Além disso, a paciente pode ser instruída a não dormir de lado ou de bruços. “Outras características durante a recuperação são em relação as cicatrizes visíveis nas mamas, mesmo após a reconstrução, porém são normais. Com o tempo, a visibilidade das cicatrizes diminuirá. Técnicas de massagem e cremes para remoção de cicatrizes também podem diminuir sua aparência”, completa o médico.

Não é preciso ficar em repouso absoluto depois de receber alta do hospital. Quanto mais cedo puder se levantar e andar, melhor. No entanto, até que os drenos do tecido mamário sejam removidos, a paciente não poderá dirigir e realizar outras tarefas que exijam o uso da parte superior do corpo.
Dirigir sob a influência de alguns medicamentos para a dor, como o Vicodin, também é restrito.

Não há preocupações dietéticas especiais, mas é preciso se concentrar em comer alimentos ricos em proteínas. Isso promoverá o crescimento e a cura das células. Seu médico lhe dará exercícios seguros para ajudá-lo a recuperar a sensação e a força no peito e na parte superior do corpo.

Decidia qual é a abordagem certa para você
Dependendo de fatores de saúde, como obesidade, tabagismo, diabetes e problemas cardiovasculares, fazer essas duas cirurgias como parte de um procedimento pode não ser recomendado. Por exemplo, mulheres com câncer de mama inflamatório geralmente precisam esperar até que terminem o tratamento adicional, como radiação, antes que a reconstrução possa ser realizada.

Além disso, fumar é um fator de risco bem conhecido para a má cicatrização após cirurgia reconstrutiva. “Se a paciente for fumante, o cirurgião plástico provavelmente pedirá que você pare de fumar antes de considerar a cirurgia reconstrutiva”, alerta o médico.
Qualquer tipo de reconstrução pode aumentar o risco de efeitos colaterais de uma mastectomia, mas isso não depende se a reconstrução ocorrer imediatamente ou posteriormente.

Discuta com seu médico
Muitas mulheres não estão cientes de suas opções ou do fato de que as seguradoras de saúde pagarão pelas cirurgias reconstrutivas após a mastectomia.
Dependendo da localização e dos recursos, as mulheres com câncer de mama nem sempre têm a opção de se encontrar com um cirurgião plástico para discutir a reconstrução da mama após a mastectomia.
Se essa opção não for oferecida a você, fale. Peça uma consulta ao seu cirurgião mamário para discutir se a reconstrução mamária é apropriada para você.Há muitos fatores a serem considerados antes de se submeter a uma reconstrução mamária após uma mastectomia.

O Dr. Rodrigo Honorato compartilhou algumas perguntas a fazer ao seu cirurgião antes de escolher o melhor tipo de cirurgia para você:
Sou uma boa candidata à cirurgia de reconstrução mamária?Você recomendaria uma cirurgia de reconstrução imediatamente após minha mastectomia ou devo esperar?Como devo me preparar para a cirurgia?Meus seios novos serão semelhantes aos meus seios antigos?Quanto tempo é o tempo de recuperação?A cirurgia reconstrutiva irá interferir em algum dos meus outros tratamentos de câncer de mama?Se eu escolher usar implantes para minha reconstrução, os implantes precisarão ser substituídos? Quanto tempo eles duram?Que tipo de cuidado com a ferida terei de fazer em casa?Vou precisar de algum tipo de cuidador após a cirurgia?DR. RODRIGO HONORATO – CRM: 5278874-0 – @dr.rodrigo_honorato
O cirurgião plástico carioca, Dr. Rodrigo Honorato, é graduado em medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e fez residência na Casa de Saúde Santa Marcelina, em São Paulo.

Com vasta experiência no Brasil e no exterior, o médico é referência em cirurgias plásticas e realiza procedimentos como mastopexia, mamoplastia de aumento, prótese de glúteos, abdominoplastia, rinoplastia, lipoaspiração (geral e em HD), otoplastia, blefaropastia.
Em suas redes sociais, Dr. Rodrigo compartilha informações essenciais sobre cada procedimento e mostra, com vídeos e fotos, detalhes de suas cirurgias realizadas.  Em suas especializações, realizou residência médica de cirurgia plástica no Instituto Nacional do Câncer (RJ), se aprimorou no mundo da rinoplastia primária e secundária do Dr. Enrico Robotti, em Bergamo, na Itália e se consagrou mestre no transplante capilar depois do curso profissionalizante na empresa Bosley, em Orlando, nos Estados Unidos. Em 2015, se tornou membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com foco em rinoplastia avançada do Dr. Nazin Cerkes, em Istambul, na Turquia.
Hoje, o cirurgião atende em sua própria clínica, localizada em Resende e Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar