Saúde

Março Amarelo auxilia na conscientização sobre a endometriose

Atualmente no Brasil, cerca de 10% das mulheres sofrem com a endometriose em diferentes níveis. Caracterizada por ser uma condição inflamatória no sistema reprodutor feminino, o quadro pode levar a graves complicações que vão desde a impossibilidade de engravidar até a retirada do útero.

A campanha para a busca pelo diagnóstico e pelo tratamento é fundamental. Isso porque o diagnóstico tardio pode forçar a paciente a tratamentos mais bruscos. Exatamente para auxiliar no tratamento dos quadros de endometriose no Brasil é que foi criada a campanha Março Amarelo. 

O que é a endometriose?

Para saber mais sobre a endometriose, é recomendado acessar o site da Humanize Diagnósticos ou de outros profissionais de sua confiança. Porém, de modo geral trata-se de um quadro em que células do endométrio acabam se fixando em locais inapropriados dentro do sistema reprodutor feminino e lá construindo um novo tecido. 

Esse tecido é visto pelo corpo como um tecido estranho ao local, e por isso é fortemente combatido. O crescimento do tecido estranho pode acontecer em diversas regiões como ovários, bexiga, intestino e parte externa do útero. 

Quais os principais sintomas da endometriose?

Os principais sintomas da endometriose são bastante claros. Dentre eles está, por exemplo, a cólica menstrual intensa, que muitas vezes impossibilita a mulher de viver a rotina normalmente durante determinado período. O alto fluxo sanguíneo, dores durante ou após relações sexuais, alterações bruscas no funcionamento do intestino e dores pélvicas também são sintomas da doença. 

Muito embora todos os sintomas sejam um claro sinal da possibilidade de a mulher ter desenvolvido a endometriose, um dos sintomas exige maior atenção. 

Por ser uma situação frequente na vida das mulheres, a cólica pode ser vista como uma normalidade do período menstrual. De fato, cólicas leves e moderadas tendem a ser normais e fazer parte da dinâmica do ciclo. Porém, cólicas mais fortes costumeiramente são sinais de problemas no sistema feminino. Exatamente por isso é importante estar sempre atento aos sinais do corpo e procurar médicos de confiança para fazer os exames preventivos. 

Quais os tratamentos da endometriose?

Os tratamentos utilizados para tratar a endometriose dependem da gravidade do quadro e de informações específicas da condição da mulher. Dentre as possibilidades de tratamento estão tratamentos a base de medicamentos e tratamentos alternativos que auxiliam na melhora da qualidade de vida da mulher portadora da endometriose.O uso de anticoncepcionais também têm sido receitado como medida para diminuir a menstruação e consequentemente diminuir também a proliferação do tecido estranho. 

 No caso em que a doença começa a atingir níveis mais graves como problemas intestinais ou nas vias urinárias pode ser necessária uma intervenção cirúrgica. 

A campanha Março Amarelo tem como objetivo auxiliar mulheres a chegar ao diagnóstico de endometriose o mais rápido possível. Com isso, a chance de eficácia de um tratamento aumenta significativamente, bem como a possibilidade da melhora do quadro. Não deixe de fazer os exames preventivos e de estar sempre em contato com seu médico. Quando o assunto é saúde, todo cuidado é pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar