BahiaMundoPolítica

Jerônimo leva potencial energético da Bahia para maior evento do mundo sobre hidrogênio verde

Ao lado de outros governadores da região, o governador Jerônimo Rodrigues integra a missão do Consórcio Nordeste que participa do maior evento global sobre o hidrogênio verde. O World Hydrogen 2024 Summit & Exhibition foi aberto nesta segunda-feira (13), em Roterdã, na Holanda, onde a comitiva nordestina se reuniu em uma série de encontros e apresentações com iniciativas europeias ligadas à produção da fonte de energia limpa que atrai atenção de todo o mundo.

O potencial nordestino para a produção de hidrogênio verde é reforçado pela forte expansão de seus estados na produção de energias de fonte renovável, como eólica e solar, fundamentais para a cadeia de produção do hidrogênio verde. A Bahia, por exemplo, produz, em média, 30% de toda a energia eólica e 20% de toda a energia solar geradas no Brasil. A matriz elétrica do estado é mais de 90% renovável, considerando a capacidade instalada.

“Nós viemos aqui com os governadores do Nordeste, é uma missão nordestina. Isso é importante porque nos une. Cada qual que tem o seu potencial de produção de energia solar, energia eólica. Cada um está fazendo o seu papel, mas, em bloco, temos potencial de convidar esses empresários para investir, gerar emprego, gerar renda. E esses contatos, de fato, aconteceram”, contou o governador, salientando as qualidades do estado: “os empresários sabem o tamanho que a Bahia tem. Nós já somos líder na produção de energia eólica. Estamos próximos de superar Minas Gerais e ser o maior produtor de energia solar. E, agora, o hidrogênio verde, que é a energia que deverá modificar a matriz energética do futuro”.

Liderando o Consórcio Nordeste, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, destacou o papel dos estados da região no cenário nacional e no caminho para novas alternativas de geração de energia no país: “o Nordeste ocupa posição de liderança no Brasil, nesse contexto da transição energética. Esta é uma agenda da nossa região que também está conectada com o governo brasileiro e com o plano de descarbonização da nossa economia”.

Os governadores Paulo Dantas (Alagoas), Elmano Freitas (Ceará), Rafael Fonteles (Piauí), Fábio Mitidieri (Sergipe) e o vice-governador do Maranhão, Felipe Camarão, também integram o grupo presente na Holanda. Os governos dos Estados da Paraíba e Pernambuco estão presentes, representados por gestores e técnicos de áreas ligada ao tema do evento.

Fazem parte, ainda, da comitiva na agenda desta segunda (13) o diretor-presidente da Bahia Investe, Paulo Guimarães, e o chefe de gabinete da Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia (Sema), André Ferraro. A missão nordestina na Europa conta com a parceria da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Próximo passo

Em encontro com os governadores do Consórcio, a Associação Brasileira da Indústria do Hidrogênio Verde convidou representantes de empresas que já atuam em projetos desta fonte de energia limpa. Eles apresentarem, também em Roterdã, iniciativas aos estados do Nordeste.

A líder da associação brasileira, Fernanda Delgado, apontou o que considera um passo necessário para a implementação de uma indústria do hidrogênio verde no Nordeste e em outras partes do Brasil. “O maior desafio que a gente tem hoje é o marco regulatório e o marco jurídico. É a consolidação de um projeto de lei, que vai estabelecer as diretrizes básicas para o funcionamento da indústria. A partir desse estabelecimento, tem o arrasto de todo o sistema produtivo, de toda uma cadeia produtiva. Com isso, os primeiros projetos poderão ser colocados em pé”, completou.

google newa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo