Saúde

Franquia oferece oportunidade para quem busca empreender no segmento de cuidados com idosos

O brasileiro está vivendo mais e melhor. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de idosos no país deve dobrar até 2042. Atualmente, existem no país 28 milhões de idosos; em 2042 serão 57 milhões.  E, claro, isto impacta a economia; pois, se por um lado este dado influencia o debate sobre a Reforma da Previdência, por outro cria oportunidades de negócios voltadas a este nicho.

De olho no mercado, a enfermeira Izabelly Miranda percebeu a carência de um serviço profissional humanizado e de qualidade na área de assistência ao idoso.  Foi quando em 2013 resolveu empreender com a abertura da Cuidare – Cuidadores de Pessoas, que cresceu e se tornou líder de mercado em Natal (RN), local de origem da marca.

Após três anos de experiência e know-how adquiridos, tomou a decisão de formatar o negócio para o sistema de franquias. De lá para cá, a rede cresceu e já está com 52 unidades franqueadas espalhadas por 20 estados brasileiros.

“Principalmente no início foi desafiador. Foram dias e noites de planejamento, dedicação e muito trabalho. Quando decidimos expandir por meio das franquias, investimos em uma consultoria especializada, que nos ajudou com estudos de viabilidade, formatação e processos”, explica.

O candidato à franquia deve pensar como gestor, participar da operação e ter visão global do negócio. “Buscamos por profissionais com boa vontade de empreender e crescer na vida, além de proatividade para desempenhar todas as funções inerentes à unidade franqueada.”

A maioria dos franqueados Cuidare não é da área da saúde. “Graças aos nossos treinamentos e, sobretudo, ao suporte oferecido, conseguem administrar as suas unidades com êxito”, completa.

Já para contratar os cuidadores, Izabelly ressalta que há uma rigorosa seleção, com prova de conhecimentos e entrevista. “Eles devem possuir, no mínimo, o curso Técnico em Enfermagem. Num caso de urgência, por exemplo, toda a equipe é preparada para proceder imediatamente com os primeiros socorros”.

Sobre os Serviços

Além dos idosos, a empresa também oferece serviços de cuidado a crianças, adultos com limitações físicas ou mentais, gestantes, mães de múltiplos e pessoas em pós-operatório. O preço pago pelo consumidor final depende da cidade em que a franquia está situada, pois varia de acordo com o piso salarial e outros fatores. Além disso, os serviços são distribuídos através de planos, que podem ser avulsos ou mensais.

Já para os franqueados, o investimento inicial estimado varia de R$ 25 mil a R$ 38 mil, sendo que o faturamento médio mensal nos primeiros 12 meses oscila numa estimativa entre R$ 54 mil e R$ 180 mil.

Crédito Fotográfico: Divulgação/Cuidare

Raio X da franquia:

• INVESTIMENTO INICIAL ESTIMADO: R$ 25.000,00 a R$ 38.000,00 (dependendo do tamanho da cidade);

• FATURAMENTO MÉDIO MENSAL NOS PRIMEIROS 12 MESES: estimativa de R$ 54.000,00 a R$ 180.000,00;

• TAXA DE FRANQUIA:

R$ 20.000,00 (abaixo de 100 mil habitantes);

R$ 25.000,00 (entre 100 mil e 500 mil habitantes);

R$ 30.000,00 (acima de 500 mil habitantes);

• CAPITAL DE INSTALAÇÃO: estimado de R$ 2.000,00 a R$ 3.000,00;

• CAPITAL DE GIRO: estimado de R$ 1.000,00 a R$ 2.000,00 nos primeiros meses;

• TAXA ROYALTIES: Fixos de 1 a 1.5 Salários Mínimos por mês, a partir do 4º mês do treinamento;

• PREVISÃO DO RETORNO: estimativa de 6 a 18 meses;

• TAXA DE RENOVAÇÃO CONTRATUAL: Não cobra taxas de renovação

• MULTA RESCISÓRIA: Isento a partir do 36º mês;

• TAXA DE MANUTENÇÃO DO PORTAL: Isento;

• TAXA DE PROPAGANDA: Não cobra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar