BahiaCidadesPolítica

Da rodovia ao campo, governos Estadual e Federal promovem investimentos de R$ 166 milhões em Campo Alegre de Lourdes

Pavimentação de estrada e ruas, além de autorizações de convênios na área de educação e outras obras, marcaram as ações realizadas no município

A semana dos moradores de Campo Alegre de Lourdes, no norte baiano, começou bem movimentada. Isso porque o governador Jerônimo Rodrigues foi até a cidade para cumprir uma agenda extensa, com entrega de pavimentação de estrada e de ruas, de rede de abastecimento de água e implantação de internet em praças públicas, além de autorizações de convênios na área de educação.

Durante o evento, o governador destacou a importância das iniciativas para o crescimento econômico do estado. “Inauguramos esse novo caminho para nossa Bahia, beneficiando mais de dois milhões de pessoas, o escoamento da produção local e o desenvolvimento do nosso estado”, pontuou Jerônimo.

Acompanhado dos ministros Renan Filho, dos Transportes, e Rui Costa, da Casa Civil, além do prefeito Enilson Marcelo, o governador participou do ato de entrega da pavimentação asfáltica da BR-235. O Governo Federal investiu quase R$ 117 milhões para requalificar 45 quilômetros, entre Remanso e Campo Alegre de Lourdes. A obra foi realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão do Ministério dos Transportes. Renan considera essas estradas como essenciais para o desenvolvimento econômico.

“Governar é abrir estradas, porque quando você abre uma estrada, facilita a chegada dos outros serviços públicos e o desenvolvimento da própria região. Essa rodovia vai fazer com que Campo Alegre deixe de ser fim de linha e passe a ser rota do desenvolvimento econômico do norte da Bahia”, ressaltou o ministro.

O ministro dos Transportes ainda assinou a ordem de serviço para pavimentação asfáltica da rodovia BR-020, no trecho de cerca de 12 quilômetros, entre Campo Alegre de Lourdes e São Raimundo Nonato, divisa da Bahia com Piauí. O orçamento desta obra ultrapassa R$ 30,5 milhões. Outra ordem de serviço assinada foi para o início dos estudos e elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia para construção de um segmento na BR-235, no trecho de 25 quilômetros, de Campo Alegre de Lourdes a Caracol, no Piauí. Essa etapa conta com recurso de R$ 892 mil.

Ainda na área de mobilidade, foi dada por entregue a restauração da pavimentação de 5,22 quilômetros da Travessia Urbana de Campo Alegre de Lourdes. A intervenção foi realizada pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) ao custo de R$ 3,2 milhões.

Como resultado da parceria entre a prefeitura e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), através da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), também foi entregue a pavimentação em paralelepípedo de diversas ruas nos povoados de Baixaozinho e Jiquitaia.

Desenvolvimento Rural

Na ocasião, também foram entregues duas unidades de beneficiamento de mel, sendo uma na comunidade Carolino e outra em Barreiro do Espinheiro, ao custo de R$ 439 mil, cada uma. Ao todo, serão atendidos 135 agricultores familiares. A iniciativa foi da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural.

Infraestrutura Hídrica

Como forma de reforçar o acesso dos campo-alegrenses à água de qualidade, foram inaugurados sistemas e rede de abastecimento. O chefe do Executivo estadual deu por entregue a rede de abastecimento de água do bairro João José Bezerra, no Casas Populares. A obra realizada pela Secretaria Estadual de Infraestrutura Hídrica (SIHS), por meio da Embasa, vai atender 1.456 habitantes. O aporte financeiro foi de aproximadamente R$ 350 mil.

Já a Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento (Cerb) construiu dois sistemas de abastecimento. Um fica na localidade de Lagoa Velha e, com o investimento de R$ 280 mil, beneficiará 126 pessoas. O outro vai atender 75 habitantes das localidades de Piranhas e Carrapichel. O custo deste equipamento foi de R$ 225 mil.

Autorizações

A Conder foi autorizada a celebrar convênio com a prefeitura para revitalizar a lagoa no bairro Levada. O valor é de R$ 9,3 milhões. Serão realizadas drenagem e urbanização no local.

O Governador autorizou três convênios com a gestão municipal: um para a reforma da Escola Municipal Antônio Baianão, no Povoado Lagoa do Baião. O investimento é de R$ 2 milhões. O segundo é para reforma da Escola Nicolau Pereira Sobrinho, no Povoado Jiquitaia. O serviço está orçado em R$ 1,1 milhão. O terceiro é para reforma da Escola Municipal Domingos José Pereira, no Povoado Volta De Cima, ao custo de R$ 1,6 milhão.

O ministro Rui Costa, que está à frente da Casa Civil, ressaltou que investimentos em educação, com o objetivo de beneficiar regiões inteiras, estão entre as principais ações do Governo Federal. “São obras de caráter regional, como os institutos federais, que contribuem com o desenvolvimento de toda população das cidades próximas”, disse .

A SDR também recebeu sinal positivo para lançar o edital Mais Mel – Bahia Sem Fome, para apoiar e fortalecer o sistema produtivo da apicultura e da meliponicultura em 14 municípios dos territórios do Sertão do São Francisco, Piemonte Norte do Itapicuru, Semiárido Nordeste II, Bacia do Jacuípe e Sisal, beneficiando 350 famílias.

Outra autorização concedida foi para a CAR celebrar convênio com a Associação Agropastoril de Fundo de Pasto da Lagoa do Pedro, para implantação de Casa de Farinha comunitária, beneficiando 150 famílias de agricultores.

Estavam presentes as secretárias de Desenvolvimento Urbano, Jusmari Oliveira, e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Larissa Moraes, os secretários de Desenvolvimento Rural, Osni Cardoso, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, André Joazeiro, além de deputados estaduais e federais e o senador Jaques Wagner.

google newa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo