Bahia

Cultivo do palmito, mariscagem e criação de galinha caipira na TVE

O Rural Produtivo deste sábado (08), vai falar sobre o cultivo do palmito, a mariscagem e ainda sobre o avanço da criação de galinha caipira no interior do Estado. O programa vai ao ar às 2 da tarde, na TVE.

A Bahia tem uma área cultivada de palmito estimada em 4.500 hectares, que está mudando a vida de agricultores do Baixo Sul baiano. Na Coopalm, Cooperativa de Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia, os mais de 600 cooperados recebem orientação dos líderes educadores para que tenham renda o ano inteiro. As técnicas de plantio e cultivo do palmito são passadas aos produtores, que têm garantido uma renda melhor para suas famílias.

Trabalho feito por mulheres, a mariscagem garante a sobrevivência de diversas famílias há muitos anos. A atividade, passada de geração em geração, apesar de cansativa, tem crescido e evoluído culturalmente. Por intermédio do projeto Bahia Produtiva, a comunidade de Maricoabo, em Valença, recebeu mais de R$ 600 mil reais em investimento para o seu crescimento e desenvolvimento. Sururu, ostra, lambreta, aratu e caranguejo são alguns dos produtos coletados na região.

Em Itiúba, região Sisaleira da Bahia, agricultores criam as galinhas livres, com alimentação saudável e orgânica. As aves se alimentam de plantas exóticas e da Caatinga, que melhoram a sua qualidade e contribui para diminuir o custo para o agricultor. Os investimentos em projetos para a produção da galinha caipira são designados para a produção de galinheiros, compra de vacinas, ração, além de máquinas e equipamentos.

O Rural Produtivo é resultado de uma parceria da TVE com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e será exibido também em horários alternativos, às segundas-feiras, às 6h30, e às quintas-feiras, às 20h, e poderá ser assistido também pelo site www.tve.ba.gov.br/tveonline, do Youtube.com/tvebahia e do Facebook.com/tvebahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar