ColunasDestaque

Confira a nova coluna de Benjamin e Silva para este dia da Consciência negra

Dia de Preto

“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar”.
(Nelson Mandela)

Com essa reflexão do velho Madiba, devemos lembrar que o Dia da Consciência Negra é uma data importante para não esquecemos que é preciso garantir igualdade a um povo que sofreu muito e merece respeito.

É essencial que a luta dos negros ao longo da história seja constantemente lembrada, pois a lembrança alimentará nossa certeza de que as injustiças não podem se repetir, porque o preconceito é a vitória da ignorância sobre a razão e a justiça.

Aceitarmos uma injustiça ou silenciarmos quando a presenciamos nos torna cúmplices, mostra que escolhemos o lado do opressor. Não é concebível aceitarmos ou observarmos calados a prática de racismo, sobretudo vivendo num país que tem uma dívida histórica com os negros, e num Estado que tem maioria da população negra.

Não é preciso ser negro para se indignar e lutar contra o preconceito, basta apenas ser humano.

por Benjamin Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar