Colunas

Com a fome fica muito difícil aprender, LBV lança campanha na Bahia

Campanha beneficente incentiva educação de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social, garantindo segurança alimentar durante a pandemia

A carência alimentar prejudica todo o organismo e o cérebro também é afetado. Com fome, o organismo busca outras fontes de energias armazenadas que estão presentes no corpo e quando não encontra, retira a energia dos músculos, gerando a perda intensa de massa muscular. O cérebro, perde sua função de comandar o corpo. Dificuldade de raciocínio, tonturas, inconsciências, náuseas, são alguns sintomas que causam essa instabilidade.  Com fome fica muito difícil aprender.  

Por isso, como garantir a boa educação de crianças e adolescentes que sofrem com a fome? A Legião da Boa Vontade (LBV) é uma das instituições que tem se movimentado desde o início da pandemia para garantir a alimentação de famílias em situação de vulnerabilidade social e o direito à educação de crianças e adolescentes atendidos pelos seus serviços socioassistenciais. Para tanto, ela conta com o apoio de seus colaboradores, voluntários, amigos e parceiros e o imprescindível suporte dos meios de comunicação na divulgação de suas iniciativas, a exemplo da campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro!,realizada anualmente pela Instituição no início do ano letivo. 

A tradicional campanha entrega kits de material escolar para milhares de crianças, adolescentes e jovens atendidos pela Instituição e por ONGs parceiras que também recebem o apoio da LBV. Neste ano, por conta da pandemia da Covid-19, a Legião da Boa Vontade também os proverá com cestas de alimentos e kits com produtos de limpeza.  

A iniciativa beneficia economicamente as famílias, já que muitas não possuem renda para a compra de alimentos, que dirá para os itens pedagógicos! O material escolar é um incentivo para que meninas e meninos possam continuar os estudos, seja de forma presencial ou remota. Um incentivo pra, mesmo com a pandemia, busquem o aprendizado e realizem seus sonhos. Os alimentos vão complementar a refeição delas, e os produtos de limpeza é para que continuem se prevenindo do novo coronavírus.  

A Especialista em Gestão da Política de Assistência Social, Tárcia Carvalho Freitas, atua diretamente com as famílias da instituição e retrata a dura realidade. “Quando os pais trazem essas crianças e esses adolescentes para conversar com o nosso serviço social, a gente escuta frases tão tristes. Eles carregam a responsabilidade da manutenção de necessidades básicas da sua própria família. Crianças que estão nas ruas tendo que vender, trabalhando com perfurocortantes, vendendo flores artesanais, diversos produtos para levar dinheiro para casa. Essa infância está sendo roubada quando ele não tem o direito garantido de vivenciar sua fase, de cada vez, e tudo isso por causa da fome que eles passam em casa”.  

Para Tárcia o trabalho desenvolvido pela LBV traz segurança para as famílias e garante o direito de crianças e adolescentes. “Quando eles estão aqui no nosso espaço, eles têm essa garantia, eles têm a segurança de que podem vir pra aqui, porque tem alimentação, que existem benefícios voltados pra eles. Essa garantia é importante, porque uma criança, uma adolescente com fome, ele não consegue pensar, ele consegue reagir ao que é imposto. Aqui, as crianças podem desenvolver suas atividades lúdicas em casa, com mais tranquilidade, com mais leveza, alimentados e assegurados que eles terão o nosso acompanhamento e a nossa assistência sempre que necessário”. E completa “Uma criança, um adolescente com fome, ele não consegue pensar. E o que movimenta o mundo é o pensar. O revolucionário do mundo é fazer com que uma criança possa pensar, ela cresça, ela tenha sua fase direcionada, bem vividas, nada seja tirado delas. Elas tenham, de fato, a garantia dos seus direitos”.   

De janeiro a março, serão entregues ao todo, 25 mil kits de material escolar, compostos de itens de acordo com faixas etárias, tais como mochila, cadernos, lápis, régua, canetas, estojo, entre outros; 30 mil cestas contendoarroz, feijão, óleo de soja, açúcar, macarrão, farinha de mandioca, fubá, extrato de tomate e sal; e 30 mil kits de limpeza com sabão em pó, água sanitária, desinfetante e detergente.  

Na Bahia, mais de mil famílias receberão as doações. Além dos atendidos pelos Centros Comunitários de Assistência Social da Instituição em Itabuna, Lauro de Freitas e Salvador, serão beneficiados também crianças e adolescentes atendidos por outras ONGs parcerias, através do programa da LBV – Rede Sociedade Solidária. 

As doações para a campanha Criança Nota 10 — Proteger a infância é acreditar no futuro! podem ser feitas diretamente no site www.lbv.org ou pelo telefone 0800 055 50 99. Para outras informações sobre essa ação solidária, basta acessar o endereço @lbvbrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar