Colunas

Atriz Carolina Monte Rosa fala sobre a sua realização de ser mãe

Sete meses após dar à luz a Maya, a atriz Carolina Monte Rosa concilia a maternidade com a profissão.  “Quem disse que não se pode ter tudo? Levei 35 anos para acreditar que é possível ter uma vida profissional bem sucedida conjugada com uma vida amorosa saudável. A questão realmente pega quando as oportunidades de trabalho estão em outra cidade, aí realmente é preciso ser criativa, o que acaba envolvendo a boa vontade de todos em volta. Eu conto com muita gente pra poder fazer a roda girar”, explica.

Mãe de primeira viagem, o início da maternidade não foi fácil, mas segundo a atriz, agora ela consegue encontrar um equilíbrio e se manter serena frente às dificuldades e aos desafios que as mamães costumam enfrentar.

Hoje, ela aproveita cada momento livre com a pequena Maya e comemora a nova fase. “A maternidade me desconstruiu. Eu tive que me desapegar dos meus padrões mais arraigados de controle e de noção de mim mesma. Me sinto como se estivesse me desintegrando. Meu ego tá gritando, sem entender nada. É uma percepção nova de como lidar com o fluxo da vida. Deixei de ter a liberdade que eu tinha de ir e vir para conhecer a aceitação da vida como ela é, imprevisível, impermanente, viva. De certa forma, me reconheci entregue de verdade pela primeira vez”, afirma.

A atriz brasiliense de Mad Men, como ficou conhecida em 2010 após ganhar um walk-on role na série americana, Carolina estrelou recentemente como Marta Medeiros, no longa “Eu Sinto Muito” (dir. Cristiano Vieira). No filme, ela interpreta o denso papel de uma policial da PMDF com transtorno de borderline.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar