AmargosaBrasilVale do Jiquiriçá

Audiência pública na AL-BA discute abate de jumentos e saúde pública

Amargosa é uma das cidades baianas que realiza o abate de jumentos, e gera quase 200 empregos.

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) realiza audiência pública às 10h desta quarta-feira (17) para discutir o abate de jumentos e seus impactos na saúde pública. A iniciativa é do deputado estadual José de Arimateia (Republicanos), presidente da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos.

Segundo ele, o encontro é para chamar a atenção da sociedade em geral e principalmente das autoridades competentes para a crise mundial que tem atingido esses animais. O parlamentar argumenta que, devido à falta de um padrão de biossegurança, do cumprimento de regulamentos e da rastreabilidade do comércio, o consumo de pele e carne de jumento de forma descontrolada faz com que esses animais corram o risco de extinção e ainda coloca em risco a saúde humana.“É a primeira vez que vamos discutir esse tema e é de grande importância porque o abate desses animais tem ocorrido sem controle e sem o acompanhamento dos órgãos competentes, o que pode causar um problema sério para a saúde pública. Vamos chamar à responsabilidade a população para nos ajudar a fiscalizar o poder público”, diz Arimatéia.

Amargosa é das cidades baianas que realiza o abate de jumentos, e gera quase 200 empregos.

A audiência acontece em parceria com a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde e Instituto de Pesquisas Afins na Bahia, com a presença de representantes da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), do Centro de Apoio Operacional as Promotorias de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo (Ceama), Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Médico veterinário do Exército Brasileiro, Frente Nacional de Defesa dos Jumentos, representantes do The Donkey Sanctuary (Santuário dos Jumentos) na América do Sul e da sociedade civil organizada.

BNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: