Colunas

Aromaterapia na estética: os benefícios dos óleos essenciais nos tratamentos

Você já ouviu falar em aromaterapia? Repleta de benefícios, pode ser utilizada em diversas áreas, incluindo nos tratamentos estéticos, auxiliando na potencialização dos resultados, além de oferecer sensação de bemestar. “Como o próprio nome indica: ‘aroma’ significa cheiro agradável e ‘terapia’, tratamento. É uma técnica terapêutica, ciência e a arte que utiliza, controladamente, substâncias aromáticas naturais – os óleos essenciais – para melhorar a saúde física, mental e emocional. Os óleos são utilizados de diversas formas, em massagens, banhos e inalações, entre outras aplicações, que auxiliam na cura dos sintomas e das causas”, explica Sâmia Maluf, idealizadora da By Samia Aromaterapia, psicóloga e pesquisadora sobre óleos essenciais.

O poder dos óleos essenciais

Por meio dos óleos essenciais, a aromaterapia trabalha o corpo de uma maneira natural e holística. Segundo a International Aromatherapy Association, é uma técnica de tratamento complementar – hoje também chamada de integrativa, que faz uso dos óleos essenciais 100% puros, cujas fontes vegetais foram cultivadas, colhidas e processadas de forma a preservar as substâncias químicas que auxiliarão nos tratamentos de sintomas físicos, mentais, emocionais e do bem-estar geral. “Os óleos essenciais atuam no corpo gentilmente, restaurando nossas energias curativas e proporcionando o balanceamento entre corpo, mente e espírito”, afirma Sâmia, que destaca os benefícios para a área de estética: 

“Quando trouxe a aromaterapia para o Brasil, seu conceito de tratamentos através dos óleos essenciais, direcionei logo no início da empresa, para a área da estética. Apesar de ser psicóloga e utilizar os óleos há mais de 38 anos, e estudar há 43 no mínimo, aqui no Brasil a forma que entendi como empresária, seria levar os óleos com seus ativos químicos, e suas ações farmacológicas, voltadas ao sistema tegumentar e suas alterações que vemos na estética, com eficácia comprovada e trazendo uma nova visão que não há beleza sem saúde, e que havia a possibilidade de tratarmos o estético, mas também o emocional, entendendo que beleza e bem-estar andam juntos. Não há como separar”.

Como aplicar óleos essenciais na estética

Para saber utilizar os óleos essenciais e aproveitar o máximo de seus benefícios, possíveis aplicações e preparações para o uso, sinergias e contraindicações, o ideal é fazer um curso. Outro fator importante é saber conciliar a aplicação com técnicas de massagens e procedimentos estéticos específicos, e entender a função do óleo, como diluí-lo e misturá-lo com outros óleos sem agredir a pele ou intoxicar o corpo. “Por exemplo, um único óleo pode tratar várias afecções dermatológicas: o de Melaleuca alternifólia oferece ação na estética capilar para tratar seborreia, mas também pode ser usado na estética facial para cuidar da pele oleosa e com acne, ou para clarear virilha, ou mesmo alterações pigmentares, além de ser revigorante.

Temos ainda os óleos cítricos, que são maravilhosos para tratamentos estéticos, mas que apresentam fototoxicidade a luz solar. Então não indicado o uso se for se expor ao sol. Além disso, para podermos aplicar os óleos essenciais em uso tópico, combinamos com os óleos vegetais com seus inúmeros ácidos graxos essenciais, que também são ativos, para promovermos a permeação e absorção na pele, até a circulação sanguínea. Por tudo isso, recomendo que faça cursos para utilizar a aromaterapia na estética, mas caso não queira estudar, ao comprar um óleo deverá saber para o que e como poderá usar”, alerta.

Portal Estetika

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: