ColunasSalvador e RMS

Aprenda técnicas para negociar descontos na Black Friday

Professor Yang Mendes oferece dicas de como dialogar com os lojistas e assim fazer as melhores compras.

Pesquisas da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do SPC Brasil apontam que, durante a Black Friday deste ano, os produtos oferecidos terão uma média de 24% de desconto em relação aos preços originais, uma diminuição de 5% em comparação ao ano passado. Contudo, a mesma amostra revela que o número de lojistas que aderiram à ação subiu, com 21% das lojas se predispondo a promoções, contra 16% do ano de 2018.

Nesse momento propício para negociações e revisão de valores, o professor de Oratória Yang Mendes dá dicas de como se portar e dialogar com lojistas a respeito de possíveis descontos. “Técnicas de negociação fazem parte do “guarda-chuva” maior dos conhecimentos da oralidade. Para uma boa negociação, devemos ter conhecimento de como negociar, e isso é algo que a oratória nos disponibiliza”, afirma o profissional.

Para Yang, a primeira dica é ter noção do que cada loja oferece e aprender como barganhar. Afinal, quem tem mais opções, é mais disputado. “A regra é clara: quem tem mais opções negocia melhor. E, no caso de compras, mostre ao vendedor que já foi em outras lojas, pois ele vai se sentir pressionado a te conquistar como cliente”, sugere o professor.

Em seguida, outra opção é comprar o produto à vista, mas não sem antes saber o preço das parcelas. “Pergunte quanto o produto fica à vista e até quantas vezes pode ser dividido sem juros. Demonstre que sabe sobre as taxas que vem junto com as parcelas. Desse modo, o vendedor percebe que você entende que não existe parcelamento sem custos para a loja”, indica.

“Uma vez que você já se posicionou como consumidor crítico, peça sempre um desconto maior do que realmente você deseja obter. Isso dá margem para uma negociação mais fluída”, recomenda Yang, que é Diretor da Eloquence Escola Preparatória.

O profissional também pede atenção para atitudes que devem ser evitadas, como se deixar irritar ou levar algo para o lado pessoal, o que afeta o raciocínio. “Tanto o comprador quanto o vendedor precisam entender que a negociação é um jogo onde todos buscam a melhor vantagem. Na medida em que nos ofendemos, por não recebermos o desconto que queríamos, falhamos como negociadores”, elucida o Yang.

“Conhecer técnicas de negociação e comunicação persuasiva facilitarão obter os melhores descontos. Por mais que a sociedade tenha mudado muito, o ser-humano e as regras da negociação continuam as mesmas. Costumo dizer que negociar bem é a maneira mais rápida e mais fácil de se ganhar dinheiro”, finaliza o especialista, desejando boa sorte aos negociadores.

Para conhecer mais técnicas de negociação, acesse instagram.com/eloquenceoratoria ou o site www.eloquence.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar