Bahia

Mãe e filha chamam a atenção neste “Novembro Azul”

Professoras aposentadas e empreendedoras, mãe e filha chamam a atenção na edição “Novembro Azul” da Feira de Variedades da ACEB

A professora estadual aposentada Maria Luiza Mascarenhas (82) ensinou por muitos anos na Escola Maria Amália Paiva, no Nordeste de Amaralina. Sua filha, a professora municipal aposentada Virgínia Mascarenhas (54), apesar de ter se aposentado pelo município de Salvador, após dar aulas por um longo período na Escola Municipal Bezerra de Menezes (Pau da Lima), segue lecionando através do seu vínculo com o Estado na Escola Jesus Cristo, na Mansão do Caminho, no mesmo bairro. Devido a uma queda que tomou há mais de 10 anos, Virgínia ficou sem andar por quase um ano e, para combater a depressão, aprendeu a costurar e a fazer artesanato. Como é vizinha de sua mãe, ela começou a pedir ajuda da dona Maria Luiza nas confecções, inicialmente com a motivação de manter a idosa ocupada, distraída e produtiva, inclusive como forma de combater os sintomas do Alzheimer, diagnosticado há alguns anos. 

“Contudo, logo percebi que eu também ganharia muito com essa parceria, pois minha mãe realmente me ajuda muito. Além disso, o trabalho em família nos aproximou de uma forma incrível. Nem sempre tivemos uma ótima relação, mas ultimamente não nos desgrudamos. Esta semana, quando saí para expor nossa arte na Feira de Variedades da ACEB sem ela, os olhos dela ficaram cheios de lágrimas. Então, resolvi levá-la comigo no dia seguinte e ela amou interagir com os demais expositores e com os clientes. Todos a trataram muito bem. Tanto que amanhã (26), último dia da Feira no CAB, vou levá-la de novo. Ela fez sucesso no evento”, brincou Virgínia. 

Além de seguir os passos da sua mãe nas “artes” de lecionar e costurar, Virgínia também adotou uma criança. “Minha mãe teve um filho biológico, duas filhas biológicas e duas filhas adotivas. Eu tive um filho biológico, que hoje está com um 17 anos, mas também tenho uma filha adotiva de 10, que adotei com apenas cinco dias de vida”, contou. Interessados em conferir o artesanato produzido pela dupla podem aproveitar o último dia edição “Novembro Azul” da Feira de Variedades da ACEB, que acontece das 9h às 17h no estacionamento subsolo da Secretaria da Administração (SAEB) e da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Além de incentivar o empreendedorismo, o evento configura-se como uma oportunidade para quem deseja antecipar as compras de Natal com produtos de qualidade a preços que cabem no bolso. 

Além de artesanato; os servidores lotados na SAEB, na SETRE ou em outros órgãos públicos do CAB e demais interessados que forem ao local poderão adquirir itens de moda feminina, masculina e infantil; gastronomia; conservas e costura criativa, entre outros. Ao incentivar a economia solidária, a ACEB contribui para a geração de renda e reativação da economia local. Interessados em saber mais sobre a ACEB ou sua Feira de Variedades podem acessar o site www.acebqualifica.org.br e as redes sociais da entidade (Facebook: /aceboficial e Instagram: @aceb.qualifica) ou ligar para (71) 99129-8237.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo