Colunas

Expectativa e realidade com alimentação prática para dias de agenda

Sabe aquele meme “expectativa e realidade”? Daria para fazer vários com as recomendações sobre alimentação que o profissional de estética dá aos clientes e o que ele mesmo coloca em prática. “A realidade de muitas de nós é chegar cedo na clínica e só ir embora no fim do dia, quando a gente lembra que esqueceu de beber água, de comer e até de fazer xixi!

Mesmo quem é colaboradora ou funcionária e cumpre horário acaba tendo uma das grandes refeições comprometida pela agenda de atendimento. Afinal, quem suspende os procedimentos porque é hora do almoço ou do jantar da esteticista?”, questiona a esteticista e nutricionista funcional Sheila Mustafá, professora convidada dos cursos de pósgraduação em nutrição clínica funcional na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (VP Centro de Nutrição Funcional).

Esclarecida a vida como ela é, a solução é agir para melhorar sua condição alimentar. E, para mostrar que isso não é um bicho-de-sete-cabeças, pedimos dicas realmente práticas e possíveis para a Sheila Mustafá, olha só:

 • Claro que o ideal seria comer uma marmita equilibrada, com arroz, feijão, salada e proteína magra. Mas, aquecer o prato pode ser um problema em alguns espaços, porque o cheiro de comida toma conta do ambiente. Nesse caso, uma boa saída seria deixar para fazer a refeição quente em casa e optar por comer no trabalho um sanduíche funcional, de excelente qualidade, feito com pão rico em fibras e recheio saudável e que dá “sustança”, como berinjela assada com azeite e ervas, pasta de ricota, carne desfiada ou frango grelhado, uma folha que você goste. E incremente com alho-poró, cebolinha, castanha picada, semente de girassol… O céu é o limite! 

• Em vez de pedir fast-food, que é cheio de sal e temperos industrializados, que dificultam a digestão e complicam a vida do profissional que vai ter que realizar uma massagem na sequência, coma algo que satisfaça e não pese no estômago. É o caso do wrap, que pode ser feito com a massa específica, vendida pronta, ou uma folha crua de couve-manteiga – basta colocar os ingredientes numa das laterais da folha e enrolá-la apertando bem. Fica uma delícia com atum, salpicão de frango, queijo magro…  

• Para quem só se sente saciada comendo de garfo e faca ou simplesmente não gosta de sanduíche como refeição principal, sugiro uma saladona fria de macarrão turbinada com milho, alho-poró, erva-doce fatiada, palmito, quadradinhos de queixo magro, atum, cenoura crua ralada, semente de gergelim, cebolinha, nozes picadinhas e até uva passa. 

• Lanches entre as refeições e também para quem vai encarar três atendimentos seguidos são imprescindíveis para garantir energia, disposição e desempenho. Boas dicas são saquinhos individuais contendo um mix de frutas secas puras ou com nozes ou um copo de suco natural ou de coalhada com pedacinhos de frutas, ambos congelados para que a fruta não oxide. Ao chegar na clínica, deixe fora da geladeira para ficar na temperatura certa na hora de consumir. Há quem prefira barrinhas de cereais; ok, elas são práticas, mas muitas são ricas em açúcar e provocam gases, principalmente em quem fica muito tempo sentada, caso de quem faz bastante facial.  

• Por fim, para lembrar de beber água é preciso manter uma garrafinha por perto. O ideal são 35 ml para cada quilo de peso corporal, o que dá 1.750 litros para quem tem 50 kg, por exemplo.

Mais informações

Site: www.estetikadigital.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: