Colunas

Conheça seis setores que vingaram no digital (e com sucesso)

A transformação digital está impulsionando a inovação empresarial em muitos setores. Ela envolve muito mais do que simplesmente atualizar a tecnologia e os processos que utilizam. A mudança em um negócio requer níveis de investimento que, feitos de forma estratégica, podem gerar maior receita e valorização das ações.

Certamente essa não é uma solução rápida, mas é eficaz e ajudou muitas empresas a prosperar. Descubra abaixo agora 6 exemplos concretos desse fato.

Reprodução

Cassinos e suas modalidades

Tal como outros negócios e setores, os cassinos também deram um salto para o mundo digital quando a internet viabilizou esse fato. Assim, atualmente, existem inúmeras empresas que criaram plataformas próprias no mundo online, com diversas soluções e ofertas para os usuários, que possibilitam tudo o que é necessário para um bom momento de entretenimento digital.

Além disso, esse salto provou que, ainda existindo um longo caminho, também é possível recriar a magia dos estabelecimentos físicos na internet. Sim, as máquinas de caça-níqueis até no online fazem seu barulho característico, assim como a roleta ainda apanha desprevenidos àqueles que anseiam pelo vermelho ou preto.

Streaming de TV e cinema

Segundo um estudo, aproximadamente um terço de todo o consumo de conteúdo é feito atualmente por meio de plataformas de streaming, mas em 2030, provavelmente esse número aumentará para mais de 80%.

A televisão e o cinema continuam ocupando um lugar predominante no lazer das pessoas, mas isso mudará rapidamente para o streaming.

Por exemplo, Netflix, HBO ou Amazon conseguem multiplicar exponencialmente seus potenciais consumidores quando firmam parcerias com operadoras de telecomunicações, que se vendem como grandes agregadores de conteúdo, reforçando com a incorporação em sua oferta de horas e horas de programação audiovisual.

Dessa forma, não há como negar que a força do tempo veio revolucionar os conteúdos da caixinha mágica e da sétima arte, onde tudo está disponível à distância de uma inscrição mensal, incluindo séries premiadas, assim como filmes que fizeram história.

Fidelizações de clientes

Para explicar este ponto, nada como um exemplo prático: a marca Lego. É uma empresa com grande número de seguidores e busca fidelizar seus clientes através da participação na geração de novas ideias de produtos.

A Lego criou uma plataforma de crowdsourcing, chamada “Lego Ideas”, que visa potencializar a inovação por meio de ideias originais de produtos sugeridos pelos próprios consumidores.

Se a sugestão proposta por um usuário na plataforma obtiver no mínimo 10.000 votos da comunidade, a equipe da Lego inicia um processo de validação para a criação ou não do novo item.

Um aspeto muito importante é que quem promove a ideia recebe um por cento (1%) da receita da venda, que com os volumes que essa marca movimenta pode render muito dinheiro.

Novos modelos de negócios (alojamento local)

O Airbnb usou a transformação digital para redefinir a indústria do turismo, já que é um site que permite o aluguel de casas ou quartos entre pessoas, seguindo um modelo peer-to-peer (P2P).

A empresa usa novas tecnologias digitais para desafiar a forma atual de fazer negócios no setor, inovando, mudando radicalmente a competição e redesenhando completamente a cadeia de valor.

Construção de marca

A Burberry conseguiu aumentar o valor da empresa concentrando-se na digitalização para a construção da marca. Uma estratégia focada na coerência multicanal foi definida, transformando a experiência do cliente, contando com a loja física e o site. A empresa tomou a decisão de focar no segmento de consumidores “millennials”, que são nativos digitais.

No fundo, a marca otimizou os pontos de contato com o usuário e aprimorou os processos operacionais, permitindo a integração das informações do consumidor.

Processo de compra diferenciado

A fabricante de carros elétricos Tesla é indiscutivelmente um dos exemplos mais proeminentes de transformação digital de sucesso. Ao infundir tecnologia em todas as facetas da experiência de direção, a empresa se posicionou como um agente de mudança na indústria automotiva.

O sucesso da companhia pode ser atribuído a três pontos principais: a eliminação de qualquer intermediário do processo de compra de automóveis, o uso extensivo de tecnologias digitais para redefinir a maneira como os carros são construídos e dirigidos e sua abordagem para a inovação.

Esses são apenas alguns exemplos de inovação empresarial que permitiram às empresas aproveitarem o poder da transformação digital, atualizando sua tecnologia e processos. Ao investir em uma estratégia online, esses líderes do setor viram o preço de suas ações dispararem e se tornaram excelentes exemplos recentes de reestruturação empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: